Querida, mãe de primeira viagem…

Meu dia começou com a leitura do desabafo de uma jovem mãe que pedia para ser considerada e ter seu espaço respeitado.

Seu texto emocionado, impulsivo e espontâneo me fez lembrar da “mãe de primeira viagem” que fui, aquela inexperiente que exige ter seu direito de errar respeitado e compreendido.

Surgiu então a inspiração para a carta que segue… da mãe de duas meninas de 5 e 6 anos para aquela que iniciava a jornada.

 

Querida, mãe de primeira viagem,

Prepare-se… a jornada é longa!

Tudo que você está vivendo hoje é só o começo de uma empreitada sem fim.

Confie na sua intuição e acredite que seus erros serão fundamentais para o sucesso.

Saiba que você vai errar muito, todos os dias… algumas vezes terá vergonha de confessar e outras conseguirá dar boas risadas depois que o susto passar.

Ria! Rir é fundamental para a vida de uma mãe, afinal motivos para chorar temos muitos, então sempre que puder (e quiser!) ria muito e gargalhe quando conseguir.

Lembre-se que sua filha é uma pessoa e é parte do mundo, por isso deixe que ela se relacione com outras pessoas e tenha pai, amigos, tios, parentes, avós, padrinhos, vizinhos.

Sua filha só é sua filha, não é sua extensão! Ela tem emoções diversas das suas e gostos diferentes do seus.

Descanse sempre que puder… sua filha prefere você bem disposta.

Ouça todos os conselhos, palpites e pitacos que forem oferecidos a você e aproveite apenas os que considerar interessantes (o restante, jogue fora!).

Escolha o que considerar melhor para você, para sua filha e para a relação de vocês.

Aproveite cada instante junto de sua cria e saiba que o tempo passa rápido, muito rápido!

Acredite… ser mãe é uma aventura que exige coragem, paciência e muito, muito bom humor!

muito carinho e gratidão,

 Mãe de duas ( 5 e 6 anos)

2 pensamentos em “Querida, mãe de primeira viagem…

Deixe uma resposta para Goretti Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *